Medicina Funcional Integrativa


Se você quer assumir um papel ativo em seus cuidados de saúde, a medicina funcional integrativa pode ser de seu interesse.

A medicina funcional integrativa é uma união entre naturopatia e medicina convencional. É uma prática de atenção à saúde que incentiva os pacientes a alcançar ou voltar à saúde ideal e melhorar a vitalidade. A medicina funcional integrativa se baseia nas causas por trás das doenças e, em seguida, aborda essas causas.

Esta é uma experiência individual para cada paciente porque a biologia e o estilo de vida são levados em consideração. Com isso, a medicina funcional integrativa não é voltada para doenças em si; em vez disso, foca-se no paciente como uma “pessoa inteira”. É por isso que a medicina funcional integrativa tem uma abordagem conhecida como “centrada no paciente”. A medicina funcional integrativa consiste em profissionais e pacientes que trabalham juntos para enfrentar as causas da doença. Quando o paciente se torna educado sobre como seu corpo funciona, isso pode desencadear uma movimentação para seguir através de planos de saúde.

Os profissionais aproveitam o tempo para ouvir as preocupações de saúde de cada paciente em detalhes. Discussões sobre o histórico de saúde da família ocorrerão e como genes, estilo de vida e ambiente ambiental podem afetar doenças crônicas e saúde a longo prazo.

Portanto, um dos principais objetivos da medicina funcional integrativa é entender o que não é funcional dentro de um indivíduo; não dentro de um grupo de pessoas com a mesma doença, mas histórias familiares diferentes e modos de viver.

Os Princípios da Medicina Funcional Integrativa

Para ajudar os pacientes a alcançar a saúde ideal, os profissionais de medicina funcional integrativa seguem esses princípios:

  • Colaboração entre os pacientes e os praticantes. Os profissionais incentivam os pacientes a participar da abordagem centrada no paciente. Metas, decisões e planos são pensados entre o paciente e o praticante.
  • Todos são únicos. Os profissionais tratam os pacientes como indivíduos, não como doenças.
  • Tudo tem uma conexão. O corpo de um paciente é reconhecido como um ecossistema. Todos os fatores fisiológicos são intersetoriados.
  • Encontre um equilíbrio. Em vez de encorajar o corpo a reagir aos fármacos, os profissionais de medicina funcional integrativa ajudam os pacientes com remédios naturais. Em outras palavras, os praticantes apoiam a cura natural sem prescrições convencionais. O equilíbrio também é buscado entre a mente, o corpo e a alma.
  • Promover uma saúde duradoura. Os profissionais de medicina funcional integrativa não acreditam em apenas aliviar uma doença. Em vez disso, ser saudável envolve a implementação de hábitos saudáveis para a vida. Isso significa melhorar o “período de saúde” de um paciente, garantindo que os órgãos estejam funcionando de forma ideal.
  • Entenda o histórico bioquímico de um paciente. O praticante deve entender a biologia de cada paciente, que inclui maquiagem genética e meio ambiente.
  • As evidências devem ser consideradas. Os profissionais devem estar cientes das evidências baseadas na ciência que apoiam o tratamento individual do paciente.

Quem estaria interessado em tratamentos integrativos de medicina funcional?

A medicina funcional integrativa pode ser considerada por pacientes que:

  • Estão lutando para encontrar um tratamento bem sucedido para sua condição de saúde.

Ou

  • Continue a sentir sintomas apesar de já ter tomado medicamentos.

A lista a seguir consiste em condições que a medicina funcional integrativa pode ser aplicada a:

  • Diabetes
  • Doença cardíaca
  • Pressão alta
  • Depressão
  • Transtorno do Déficit de Atenção (DDA)
  • Enxaquecas
  • Refluxo ácido
  • Síndrome do Intestino Irritável (IBS)
  • Pancreatite crônica
  • Úlceras
  • Diverticulose
  • Psoríase, eczema
  • Acne
  • Lúpus
  • Doença celíaca
  • Artrite reumatoide
  • Problemas com a tireoide
  • Menopausa
  • Fadiga crônica

Como a Medicina Funcional Integrativa é implementada?

Cada indivíduo tem um corpo diferente; com isso, os pacientes podem ser fornecidos com um plano de saúde diferenciado que atende apenas às suas necessidades, não à saúde de ninguém. Esses planos individuais podem incluir:

  • Mudanças no estilo de vida (que podem consistir em planos de dieta e exercícios)
  • Aprendendo novas estratégias para gerenciar/aliviar o estresse
  • Programas de saúde relacionados à desintoxicação do corpo
  • Medicamentos prescritos
  • Suplementos naturais
  • Medicina botânica

Saiba mais sobre medicina funcional integrativa

Ao unir pacientes e profissionais, a medicina funcional integrativa permite que os pacientes se tornem conhecedores de suas necessidades de saúde. Como os pacientes começam a entender o funcionamento interno de sua saúde, a medicina funcional integrativa é uma prática única que pode atender à vida moderna. Como a medicina funcional integrativa pode afetar sua vida? Entre em contato conosco para saber mais. Ligue para 416-922-4114 ou clique aqui para agendar sua consulta.

POSTAGENS RECENTES DE BLOG